fbpx
Arrependimentos mais comuns
01/11/2017
O líder de corpo e alma
07/11/2017
Exibir tudo

As dimensões de um líder autêntico


Os líderes autênticos não somente inspiram as pessoas ao seu redor, mas também lhes dão autonomia para assumir responsabilidades e liderar. Dessa forma, oferecemos a nova definição de liderança:

O líder autêntico une as pessoas ao redor de um propósito compartilhado e lhes dá autonomia para assumir as responsabilidades, liderar de forma autêntica e assim gerar valor a todos os acionistas.
Bill George

Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração.
As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.
Madre Tereza de Calcutá

Os líderes autênticos inspiram confiança e desenvolvem relações sinceras com os outros.

Como as pessoas confiam neles, eles são capazes de motivar os outros a atingir níveis notáveis de desempenho. Em vez de permitir que as ex­pectativas das outras pessoas os orientem, eles estão preparados para viver de acordo com o que são e seguir seu próprio caminho. À medida que se desenvolvem como líderes autênticos, eles se interessam mais em servir os outros do que no seu próprio sucesso ou reconhecimento.

Isso não quer dizer que os líderes autênticos sejam perfeitos. Longe disso. Cada líder tem suas fraquezas e todos estão sujeitos às fragilidades e erros humanos. A despeito de reconhecer suas deficiências e admitir seus erros, eles se relacionam bem com as pessoas e lhes dão autonomia.

Bill George,  presidente da Meditronic de 1996 a 2001, líder mundial em tecnologia médica, autor do best-seller Authentic Leadership: Rediscovering the Secrets of Creating Lasting Value(2003) cita que as dimensões de um líder autêntico são:

  • Buscar propósitos com paixão;
  • Praticar valores sólidos;
  • Liderar com o coração;
  • Cultivar relacionamentos duradouros;
  • Desenvolver autodisciplina.

Buscar propósitos com paixão

A maioria das pessoas tem dificuldade de identificar o propósito de sua liderança. Para descobrir o seu propósito, os líderes autênticos devem primeiro conhecer a si mesmos e às suas paixões. As suas paixões, por sua vez, indicam o caminho para o propósito da liderança. Sem uma ideia concreta do propósito, os líderes ficam à mercê de seus egos e vulnerabilidades narcisistas.

Praticar valores sólidos

Os líderes são definidos pelos seus valores, e valores são pessoais, não podem ser definidos por outra pessoa. A integridade é o único valor exigido de todo líder autêntico. Se você não tiver integridade, ninguém confiará em você (aliás, nem deve). Os valores dos líderes autênticos são moldados por suas crenças pessoais e desenvolvidos por meio do estudo, da autoanálise, de conversas com os outros e de anos de expe­riência. O verdadeiro teste para os valores dos líderes autênticos não está no que dizem, mas nos valores que aplicam quando estão sob pres­são. Se os líderes não se mantiverem fiéis aos valores que professam, as pessoas rapidamente perderão a confiança em sua liderança.

Liderar com o coração

Os líderes autênticos lideram com a cabeça e também com o coração. Para alguns, liderar com o coração pode implicar fragilidade, como se líderes autênticos não fossem capazes de tomar decisões difíceis, que provocam dor e perda. Liderar com o coração não é moleza. Implica entusiasmo pelo trabalho, compaixão pelas pessoas que você serve, empatia com quem trabalha e a coragem de tomar decisões difíceis. A coragem é uma qualidade especialmente importante para os líderes à medida que percorrem um terreno imprevisível.

Cultivar relacionamentos duradouros

A capacidade de desenvolver relacionamentos duradouros é uma mar­ca fundamental dos líderes autênticos. As pessoas apreciam estabelecer relacionamentos pessoais com seus líderes antes de se entregar ao trabalho, pois a confiança e o comprometimento são construídos com base na abertura e na profundidade do relacionamento com eles. As­sim nascem o entusiasmo com o trabalho e a lealdade à empresa.

Desenvolver autodisciplina

Os líderes autênticos sabem que competir com sucesso demanda um alto nível de autodisciplina para gerar resultados. Eles estabelecem al­tos padrões para si mesmos e esperam o mesmo dos outros. Isso re­quer assumir a plena responsabilidade pelos resultados e exigir que os outros prestem contas de seu desempenho individual. Quando os líde­res deixam a desejar nesse critério, é igualmente importante admitir seus erros e implementar medidas corretivas imediatas. A autodisciplina deve também ser aplicada em sua vida pessoal, porque, sem isso no âmbito pessoal, não é possível sustentar a autodisciplina no trabalho.

Descubra a sua liderança autêntica

Não é fácil se tornar um líder autêntico. Para começar, é preciso se co­nhecer — a maior dificuldade será liderar a si mesmo. Em mais de 15 anos estudando continuamente sobre Liderança, tenho aprendido a cada dia em liderar a mim mesmo. É um processo contínuo e enriquecedor. Depois de co­nhecer o seu “eu” autêntico, você perceberá que é muito mais fácil lide­rar os outros.

Em segundo, lugar, para ser um líder eficaz, é preciso assumir a res­ponsabilidade pelo seu próprio desenvolvimento. Da mesma forma que músicos ou atletas nascem com talento e treinam incansavelmente para aperfeiçoá-lo, é fundamental se dedicar a uma vida inteira de desen­volvimento para se tornar um grande líder. Isso pode soar como algo evidente, mas normalmente não sabemos como fazer isso.

NESTA SEMANA: O que você faz para aprender a liderar a si mesmo? Você desenvolve e aplica o ato de servir aos outros? Você cultiva relacionamentos duradouros? E a sua equipe? Já perguntou a eles se suas atitudes são condizentes com o que fala? ou com o que você faz? Lembre-se, as pessoas estão mais interessadas observando o que você faz e muito menos o que você fala.

Pense nisso e boa semana!


3 Comentários

  1. Alexandra disse:

    Excelente artigo. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Monge e o Executivo
WhatsApp chat