O líder de corpo e alma
07/11/2017
Confira sua motivação atual para o trabalho…
18/11/2017
Exibir tudo

Não existe aprendizagem melhor do que falhar…


“Eu não falhei, apenas encontrei 10 mil soluções que não davam certo.”
Thomas A. Edison

Ninguém gosta de falhar. Mas, se formos honestos, entendemos que o fracasso é uma parte da vida. Não há sucesso sem uma certa quantidade de fracasso. Grandes inventores, como Thomas Edison experimentaram um monte de falhas no caminho para chegar a uma invenção bem sucedida. Mesmo os melhores jogadores de qualquer modalidade esportiva, ou profissionais de alta performance passam com muito mais frequência por fracassos atrás de fracassos.

Quem elabora uma meta de valor vai cometer erros e decisões erradas. Portanto, a chave é esperar a falha e se preparar para isso, e estar pronto para transformá-lo em uma lição e um trampolim para o sucesso. Não existe aprendizagem melhor do que falhar ou se preferir usar a palavra fracassar. Considero que para fracassar mesmo é somente após a decisão de desistir.

Eis aqui algumas características para aprendizagem:

1. Otimismo.

Encontre o benefício em cada experiência ruim.

Thomas Edison redefiniu as falhas em suas experiências como “10.000 maneiras que não funcionam.” Ele esperava que falharia e contou-o como um dos custos de encontrar uma maneira que iria funcionar. Ao encontrar o benefício no fracasso, ele foi capaz de tentar algo grande. Otimismo não se limita a algumas pessoas como um traço de personalidade. O otimismo é uma escolha. E enquanto ele não garante resultados positivos imediatos, não resultará em maior motivação e caráter forte.

2. Responsabilidade.

Mude sua resposta ao fracasso para aceitar a responsabilidade.

Quando falhamos em alguma coisa, é fácil culpar alguém ou alguma coisa. Talvez as circunstâncias ou as pessoas que trabalharam. Mas o fracasso é uma oportunidade de aprendizagem. Se eu culpar alguém, estou apenas enganando a mim mesmo. Responsabilidade é mais importante do que sua reputação e isso tende ganhar uma recompensa, que pode-se levar a mais responsabilidade. Sua vontade de assumir a responsabilidade marca você como alguém que é maduro e pode ser confiável para aprender com a falha e continuar tentando.

3. Resiliência.

Diga adeus ao dia de ontem.

A capacidade de atravessar pela falha é a chave para continuar a tentar grandes coisas. A mente entra no que podemos chamar de “limitada” quando ainda estamos focados no que fizemos de errado e não podemos dar toda a nossa atenção para fazer as coisas certas.

Aqui estão cinco comportamentos de pessoas que não superaram as dificuldades do passado:

1. Comparação.

Ou medindo seus fracassos contra os dos outros, ou convencer a si mesmo que suas circunstâncias eram mais difíceis do que a deles.

2. Racionalização.

Dizendo a si mesmo e aos outros que você tem boas razões para ficar se derramando sobre as mágoas do passado e erros. Acredita que aqueles que deveriam incentivá-lo, “não entendem”.

3. Isolamento.

Manter-se separado de outros, seja para evitar lidar com as questões, ou para continuar a sentir pena de si mesmo.
Se arrepender. Obtendo lamentando preso ou tentando consertar as coisas que não podem ser alterados.

4. Amargura.

Sentindo-se como uma vítima e culpa os outros por resultados negativos.

5. Iniciativa.

Agir e enfrentar seu medo.

Quando cometemos erros e, em seguida, consideramos tentar novamente já que todos nós sentimos algum tipo de medo. De frente para o desconhecido, facilmente apresentamos uma lista de coisas para se preocupar, mas o ato de se preocupar não nos ajuda em nada na realização de nossos objetivos.

Corrie ten Boom, a escritora holandesa que ajudou a salvar a vida de muitos judeus ao escondê-los dos nazistas, disse: “A preocupação não elimina a tristeza de amanhã, mas elimina a força de hoje.

Leadership Wired – Abril/15
John Maxwell

Precisamos agir com base nessa crença e dar um passo a frente novamente em busca do nosso sonho. Só então é que vamos aprender com nossos erros e fazer progressos. Uma falha é um fracasso que nós respondemos: por encontrar o melhor, assumindo a responsabilidade, seguindo em frente e tomar medidas necessárias evitando novas falhas.

Como você reage ao fracasso? Quais as características acima que você pode se beneficiar ou ainda adotar no seu dia a dia?

Pense nisso e boa semana!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Monge e o Executivo
WhatsApp chat