Liderança Comportamento Relacionamento

Líder – O exemplo que vem de cima


Próximo ao Líder

Antigamente, as pessoas aprenderam uma profissão acompanhando, por exemplo, um mestre artesão. O estudante seguia os “artesãos” em toda parte, observando seu trabalho, fazendo perguntas sobre seus métodos, e em seguida, praticar o ofício sob o seu olhar atento .

A profissão médica ainda adota essa abordagem experimental à educação. Mesmo depois de 8-10 anos de estudo na faculdade e escola de medicina, estagiários passam 3-5 anos de residência. Médicos residentes fazem rondas com um médico veterano, observando como ela diagnostica pacientes, administra tratamentos, ou realiza procedimentos.

O estagiário, então, trabalha com os pacientes sob a supervisão vigilante do médico experiente. Como eles ganham experiência, repassam seus conhecimentos, contribuindo na formação de outros profissionais para fazer o que eles aprenderam. Daí o seu lema em procedimentos médicos: ver um, faça um, ensine um.

Como líder, você é acessível para a geração seguinte na sua organização? Permita-lhes inspecionar como você lidera. Dê-lhes tempo, prioridade para fazer perguntas, e oferecer-lhes um “olhar para dentro” da maneira que você planeja o futuro. Mais importante ainda é confiar decisões significativas para eles. Se você estiver fazendo todas as decisões importantes sobre a equipe, então não está desenvolvendo com sucesso líderes.

LIDERANÇA EM TODO

O meu filho mais velho, Eduardo, tem 37 anos. Quando nasceu, a primeira roupinha que dei a ele foi um uniforme do meu querido Santos FC. Ali começava um esforço da minha parte para que ele também fosse santista.

Desde criança ele esteve comigo em muitos e muitos jogos, cresceu assistindo jogos, jogando com os amigos uniformizado, futebol de botão com o Santos e assim por diante.

Por muitas vezes fazia churrasco com amigos, família e em seguida íamos assistir o jogo. Em dia de jogos os pais vestem seus filhos com as cores da equipe, churrascos, e em seguida, animar a equipe.

No Brasil, dificilmente um pai se senta com seu filho para convencê-lo de forma lógica para se tornar um torcedor ou fã do seu time de coração. Em vez disso, o pai leva o filho para um jogo, apresentando-o a uma experiência que o menino nunca vai esquecer.

Em São Paulo(pois é onde moro), crianças pegam a paixão pelo time à medida que crescem. Vejo também que muitas vezes a cultura da cidade incentiva as crianças ao longo da vida torcer para um clube.

E na sua organização? Você pode criar uma cultura que fala regularmente sobre e celebra liderança? Você pode investir recursos para dar ao “seu povo” experiências inesquecíveis (conferências, retiros, etc) que vão inspirá-los a se tornarem líderes? Você pode cercar “seu povo” com imagens, histórias e exemplos de liderança nobre? Pode deixar a sua contribuição impressa em suas mentes o que uma boa liderança pode fazer e por que é importante?

A cultura vibrante da liderança …

  • Faz com que as pessoas vejam e se auto-identificam como líderes;
  • Encoraja as pessoas a pensar a partir de uma perspectiva de liderança;
  • Difunde conhecimentos práticos sobre como liderar;
  • Dá às pessoas a confiança para liderar;
  • Desperta e ativa dons de liderança única das pessoas.

Learning Leadership by Wrestling Cats?
John Maxwell

PONDERE

No seu local de trabalho, como você pode colocar seus companheiros de equipe em estreita proximidade com a liderança?
Se você é um pai, como você pode criar uma cultura de liderança em sua família, projetando experiências memoráveis para os seus filhos de forma que eles cresçam com uma paixão para liderar?

Pense nisso e boa semana.

 


Author

admin

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Programa CML

Preencha e receba no seu email a Apresentação completa do Programa Coaching, Mentoring e Liderança By “O Monge e o Executivo”